Índia: Taj Mahal passa a controlar número de turistas e tempo de visita

por

Mais um ponto turístico famoso mundialmente terá o número de visitas diárias controlado. Se você estiver viajando para a Índia, saiba que o Ministério da Cultura daquele país resolveu restringir o número de turistas no Taj Mahal, seu ponto turístico mais famoso. Segundo informações publicadas pelo jornal The Indian Express, o objetivo da medida é aumentar a segurança para os visitantes. E foi motivada justamente por um acidente, ocorrido no finalzinho de 2017 (28 de dezembro), quando cinco turistas ficaram feridos durante uma confusão em um dos portões de saída do local.

A medida tem como base a proposta do Departamento de Pesquisa Arqueológica da Índia (ASI, na sigla em inglês), que pede que o número máximo de ingressos vendidos por dia para visitar o Taj Mahal seja de 40 mil. Ainda não há confirmação da data em que as novas medidas entram em vigor. Além disso, os visitantes não poderão permanecer dentro do complexo por mais de três horas.

Atualmente, durante os dias de semana, a visitação no local gira em torno de 40 mil pessoas, mas durante os fins de semana e feriados, chega praticamente a dobrar, atingindo 70 mil. E não existe limite de tempo máximo para permanecer no palácio.

Uma vez que a restrição estiver em vigor, independentemente de o ingresso estar sendo comprado online ou offline, sua venda será interrompida quando o número atingir 40 mil, informou o Indian Express.

Para saber o preço do ingresso, os horários de visita, como chegar e comprar ingressos online para o Taj Mahal consulte o site oficial da atração.

O Taj Mahal

Localizado na cidade de Agra, o Taj Mahal é um dos patrimônios da humanidade da Unesco e uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo.

O palácio é, na verdade, um mausoléu, erguido pelo imperador Shah Jahan em memória de sua esposa, Mumtaz Mahal, todo incrustado com pedras preciosas e foi construído entre os anos de 1632 e 1653.

Um fato curioso é que por ser toda de mármore branco, a construção deve ser lavada regularmente para evitar que a poluição do ar a torne amarelada.

A 200 quilômetros de Nova Delhi, Agra fica no estado de Uttar Pradesh, sendo facilmente acessível por avião, trem e via rodoviária.

Outro monumentos restritos ao turismo

A ideia de restringir o número de visitas a fim de preservar tesouros históricos e belezas naturais pelo planeta, postos em risco diante da movimentação e interação em massa de turistas, já atingiu diversos outros pontos de interesse.

Em julho de 2017, a Prefeitura de Roma, por exemplo, começou a controlar o fluxo de turistas na Fontana de Trevi em um teste para limitar a multidão em torno da famosa fonte.

O controle visava a evitar aglomerações e “eventuais comportamentos incompatíveis com a fruição do monumento”, como os atos de comer perto da água e sentar na borda da obra. Os visitantes seriam autorizados a jogar uma moeda e tirar fotos. Depois, seriam orientados a deixar o espaço e seguir o passeio.

Outros exemplos de pontos controlados de turismo são o sítio arqueológico de Angkor Wat, no Camboja, um dos mais importantes centros para o budismo, o arquipélago de Fernando de Noronha, aqui no Brasil, o Coliseu de Roma, também na Itália, e o sítio Arqueológico de Machu Picchu, no Peru.

O que achou dessa notícia? Ela foi útil para você? Então, que tal compartilhar nas redes sociais para que seus amigos, principalmente aqueles que você sabe que estão de viagem marcada para a Índia, também fiquem sabendo? Os botões de compartilhamento estão no início e no fim do texto.

Quer sempre ficar por dentro de notícias como esta, além de promoções e não perder nenhuma dica do blog? Pois então assine a nossa Newsletter semanal aqui.

E para acompanhar as nossas viagens e atividades siga a gente no Facebook, Instagram,  Twitter e no Pinterest.

Está planejando uma viagem à Índia? Pois veja a seguir o que o Blog Andarilho pode fazer por você!

Monte sua viagem com a gente

Conosco, é possível montar a sua viagem inteirinha sem sair de casa ou de onde estiver e com poucos cliques.

Além disso, fazendo suas reservas aqui pelos banners na lateral direita do blog ou pelos links a seguir você não pagará nada a mais por isso e ainda ajudará a manter o nosso trabalho.

Nossos parceiros foram escolhidos a dedo para lhe oferecer o melhor custo/benefício em suas viagens. Olha só!

Para procurar voos baratosacesse o Voopter  ou o Confira o Max Milhas e encontre tarifas que se encaixem no seu bolso. Eles reúnem várias ofertas de passagens em um só lugar!

Reserve seu hotel ou hostel pelo Booking clicando aqui e tenha uma estada com o melhor preço. Há várias opções com cancelamento grátis!

Seguro viagem com desconto? Nosso parceiro Segurospromo oferece mais de 10 seguradoras com planos e preços imbatíveis para você viajar protegido. Faça a sua cotação e garanta já seu desconto exclusivo.

Utilize o cupom “BLOGANDARILHO5”. Ele lhe dá direito a 5% de abatimento na compra do seguro de viagem e ainda é possível parcelar em até 10 vezes. Não viaje sem seguro. Evite perrengues!

Vai querer alugar um carro em seu destino? Então, compare preços e tenha o melhor atendimento com Rentcars.com. Alugue aqui um veículo pagando em até 12 parcelas, livre de IOF e com até 60% de desconto.

E se você já quiser chegar ao seu destino conectado sem pagar uma fortuna de roaming, aposte no EASYSIM4U (saiba como foi nossa experiência), chip com internet ilimitada em mais de 140 países. Compre aqui.

Está sem tempo, não se sente seguro, precisa de ajuda para organizar a sua viagem? Confira nosso serviço de consultoria para o viajante. Entre em contato e vamos conversar!

E se durante a sua viagem você tiver problemas como atrasos e cancelamentos de voos, extravio de bagagem, overbooking, entre outros, a gente também tem a solução: acesse o Ajudajus  e reclame seus direitos na justiça de forma prática, segura e online e receba sua indenização Veja como funciona.

E o melhor: você só paga se ganhar a causa. Quer reclamar os seus direitos? Acesse aqui e receba!

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *