Uruguai: informações práticas para visitar o país

por

Embora tenha crescido a procura por este país, ele ainda não encabeça a lista de destinos preferidos dos brasileiros que viajam pela América do Sul. No entanto, nosso vizinho Uruguai surge como uma boa pedida para que quer tranqüilidade, mas também agitação, belas paisagens, bons vinhos e carnes de excelentes corte e sabor. E chegar até lá ficou mais fácil e com mais opções. Além da Latam e da GOL, este ano, a Azul passou a promover seus voos para Montevidéu, a capital uruguaia, para onde começou a voar desde 2016.

E sabe aquele lance de amor à primeira vista? Pois foi o que aconteceu comigo e o Uruguai. Não é à toa, que já o visitei duas vezes, e espero voltar muito mais. Sabe por quê?

Apostando no slogan “Uruguay Natural”, o país tem investido cada vez mais no seu turismo. Apesar do tamanho do seu território, exibe quilômetros de costa banhados pelo Rio da Plata e pelo Oceano Atlântico, cidades interessantes e ainda uma diversidade de paisagens campestres, recheadas de sabores e cheiros, que despertam todos os sentidos. Quer mais? Seu povo é extremamente simpático e acolhedor.

Como se vê, há muitas possibilidades. No entanto, em uma primeira viagem ao Uruguai, decididamente a badalada e glamourosa Punta del Este e entorno, o charme de Colonia del Sacramento, que remonta das missões portuguesas e espanholas; assim como a bucólica, mas não menos interessante Montevidéu, não podem ficar de fora.

Este foi exatamente o roteiro que eu fiz quando lá estive em 2011, retornando depois, em 2013, apenas para Punta.

Apesar de ter chegado por Montevidéu, como era verão, eu optei por seguir diretamente para Punta del Este, quando a cidade fica mais agitada e a programação é intensa. Depois, segui para Colonia, no outro extremo, e só então retornei à capital para mais alguns dias antes de voltar ao Brasil. E sabe o que eu descobri: o Uruguai é uma agradável surpresa!

Mapa do Uruguai indicando as cidades visitadas

Mas antes de detalhar o que ver e fazer neste país, vamos às principais dicas para você planejar a sua viagem ao Uruguai. Porém, não vou mencionar preços, pois já faz um tempo que eu fui. Então, eu vou apenas dar o caminho onde você poderá consultar e obter mais informações.

Quando ir

O Uruguai é um país para ser visitado o ano inteiro. Porém, a fim de extrair o máximo do roteiro citado, recomendo o período que vai do Reveillon ao Carnaval, quando é verão, e o ponto máximo de uma visita ao País, o balneário de Punta- como é carinhosamente chamado pelos mais assíduos – fica apinhado de gente bonita e oferta excelentes festas e atrações.

Quanto dias ficar no Uruguai

Uma semana foi suficiente para contemplar as três cidades. Dormi 3 noites em Punta, dedicando-lhe 3 dias inteiros; 1 em Colonia e outras 3 noites em Montevidéu, ficando 2 dias e meio nesse destino.

Como chegar

A maior oferta de voos diretos para Montevidéu sai de São Paulo (Latam, GOL e Azul). Mas há opções desde Porto Alegre (Azul) e ainda um voo semanal partindo de Recife, via GOL, chegando ao Aeroporto Internacional de Carasco, a 18 quilômetros do centro de Montevidéu.

Então, ser você estiver em qualquer outra cidade brasileira, certamente terá que fazer uma conexão em uma destas cidades, sendo a capital paulista a melhor opção, pela variedade de dias e horários.

Além dessas companhias, a Aerolíneas Argentinas voa do Rio de Janeiro ou São Paulo (Guarulhos) para a capital do Uruguai, mas aí você terá que fazer uma conexão em Buenos Aires. Pode dar até uma quebra e ficar uns dias na Argentina. Acho que não seria uma má ideia, né?

Como circular pelo país

Muita gente aluga carro para viajar pelo Uruguai. Mas dá sim para circular pelo país sem ele, utilizando o serviço de ônibus intermunicipais.

Uma vez em Montevidéu, se preferir começar a desbravar o país por Punta, do Aeroporto Internacional de Carrasco saem ônibus a cada hora, a partir das cinco da manhã, até o balneário.

As empresas COT e Copsa, fazem o trajeto, que pode ser reservado diretamente em suas respectivas páginas na internet. A consulta de preços e a reserva podem ser feitas nesses mesmos sites. O trajeto tem cerca de 130Km e dura em torno de duas horas.

Estas mesmas companhias levam você de Punta às principais praias no entorno, como Manantiales e José Ignacio, e ainda à charmosa cidade de Piriápolis para o passeio de um dia. Pela COT, você também viaja de Montevidéu para Colonia del Sacramento (180Km percorridos em 2h).

Dentro de Montevidéu, o serviço de ônibus é satisfatório e táxis não custam caro, a exceção do trajeto até o aeroporto, para o qual as empresas de ônibus COT e Copsa também levam a um custo menor, partindo da rodoviária.

Se preferir usar táxi, todos funcionam com o sistema de taxímetro, com tarifas diurnas (de 6 a 22hs) e noturnas (de 22 a 6 hs, um 20% mais cara).

Já li relatos de gente que teve dificuldade de usar o serviço por lá, dizendo que existem poucos carros em circulação. Eu não tive esse problema. Mas ao invés de tomar um veículo na rua, é melhor solicitar a hotéis e restaurantes que peçam o serviço de rádio táxi.

Dinheiro e cartões

A moeda local é o peso uruguaio. Como nem sempre se acha essa divisa aqui no Brasil, muita gente leva dólar americano, o qual é geralmente aceito em lojas, supermercados e restaurantes.

Mas se você quiser, e recomendo, pode levar real mesmo e trocar por peso quando lá chegar sem a menor dificuldade, assim você não perde dinheiro no processo de conversão das moedas, ou seja, de real para dólar e de dólar para peso uruguaio. Ocorrendo o inverso quando deixar o Uruguai e tiver pesos sobrando.

Para saber as cotações atuais exatas no site da Cambio Matriz.

Ao mesmo tempo, cartões de crédito e débito também são muitos bem aceitos e com uma vantagem, pelo menos até o dia 21 de abril de 2017 (o que pode ser prorrogado, como vem sendo feito desde 2011): a devolução do IVA (imposto similar ao nosso ICMS) sobre serviços turísticos prestados a pessoas físicas não-residentes no Uruguai, compensando, assim, o IOF de 6,38% que pagamos ao usar os nossos cartões fora do Brasil.

Para saber dos benefícios que o governo uruguaio concede aos turistas consulte aqui.

Documentação e vistos

Brasileiros podem entrar no Uruguai, e permanecer por até 90 dias como turista, utilizando, além do passaporte válido, sua cédula de identidade ou RG.

Mas fique atento: apesar de a Direção Nacional de Migração do Uruguai não impedir o ingresso de turistas brasileiros que viagem com documentos emitidos há mais de dez anos, eles devem estar em bom estado de conservação e legíveis e que o titular do documento possa ser reconhecido com a sua fisionomia atual.

Viagens de carro

Serão necessários: o documento do veiculo, o RG do proprietário e a carteira de motorista. Se o documento do veículo não estiver no nome do motorista ou se encontre em nome de pessoa jurídica, será obrigatório obter autorização do proprietário para realizar a viagem, o documento deverá ter a firma reconhecida em cartório.

Esta autorização deverá ser legalizada no consulado mais próximo da sua residência, os endereços constam na página urubrasil@mrree.gub.uy.

Tenha em conta que é necessário providenciar um seguro de veiculo que tenha validade no Uruguai, algumas seguradores emitem a chamada “Carta Verde”.

Vacinas

O Uruguai possui um alto nível de qualidade sanitária. Dessa forma, não são necessárias vacinas especiais para ingressar ao país, como a vacina de febre amarela.

Idioma

A língua que se fala no Uruguai é o espanhol, porém, dá para se virar no portunhol. Inglês também é bem falado nas regiões mais turísticas.

Leia mais sobre o Uruguai

Punta del Este: como chegar, o que ver e fazer no balneário uruguaio

Montevidéu: dicas para conhecer a capital do Uruguai

Colonia del Sacramento: um passeio pela cidade mais antiga do Uruguai

Gostou desse post? Então, compartilhe com seus amigos nas redes sociais! os botões de compartilhamento estão no início e no fim do texto.

E para acompanhar tudo que acontece no Blog Andarilho siga a gente no Facebook, no Instagram e no Twitter e também não deixe de se cadastrar para receber a nossa Newsletter.

2 respostas
  • Cristina Pioner
    Março 15, 2017

    Tudo bem explicadinho, de forma simples e direta. Valeu Andarilho!!!

    • Anchieta Dantas Jr.
      Março 17, 2017

      Cristina,

      Que bom que você gostou. Breve, publico os posts sobre cada cidade mencionada.

      Obrigado pela visita e volte sempre!

      Anchieta Dantas Jr.
      Editor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *