Descubra o turismo rural de Pernambuco

por

Balançar em uma rede ao som dos pássaros, sem se preocupar com o passar das horas. Sentar-se diante de uma mesa farta e comer como se não houvesse amanhã. Fazer deliciosas caminhadas e, ao final, tomar um banho de cachoeira para refrescar as ideias. Descobrir o sabor – ou melhor, os sabores – de uma cachacinha, bebida que talvez você nem saiba que pode se equiparar ao status de um bom uísque. Sem contar fins de tarde incríveis, com um tom de céu alaranjado como em poucos lugares se vê.

Quem não tem vontade de experimentar momentos como estes, o que até parece impossível diante do agito dos dias atuais, quando estamos imersos no universo das grandes cidades.? Pois, acredite: foi exatamente isso e muito mais o que eu vivi, na penúltima semana de novembro, ao percorrer um roteiro pelo interior de Pernambuco, a fim de conhecer o que se convencionou chamar de turismo rural.

Este não é a minha primeira experiência com essa modalidade de turismo, que, em poucas palavras, nada mais é do que a chance de ter um contato mais direto e genuíno com a natureza, a agricultura, a pecuária e as tradições locais, por meio da hospedagem domiciliar em ambiente rural e familiar, onde, geralmente, os próprios donos nos recebem, contando a história e as peculiaridades do lugar.

Uma vez explicado, vamos ao que interessa. A convite da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, arrumei a mala e passei cinco dias, por assim dizer, surpreendentes, entre os municípios de Ribeirão, Seloá, Bezerros, Bonito, Chã Grande e Gravatá.

Com paisagens e atrativos diferenciados, nessas localidades estão instalados hotéis e pousadas que oferecem aos hóspedes e visitantes muitas atividades e experiências para aproveitar a vida no campo e a natureza em toda a sua plenitude.

Além dessas cidades, muitos outras, em um total de 17, também ofertam atrativos do turismo rural em Pernambuco. E tudo é levado muito a sério. Tem até uma entidade, no caso a Associação Pernambucana de Turismo Rural e Ecológico (Apeturr), que reúne 20 associados.

Quer saber como foi?

Acompanhe, a seguir, os relatos das experiências que eu tive por lá:

Engenho Cachoeira: sabores e muita diversão em Pernambuco

Fazenda Brejo: a experiência da vida no campo no agreste pernambucano

Serra Negra, em Pernambuco, tem pôr do sol com muito forró

Pousada Fazenda Santa Fé: puro charme no agreste de Pernambuco

Refúgio do Rio Bonito: descanso e aventura em Pernambuco

Cachaçaria Sanhaçu: tour mostra como é feita a cachaça

Portal de Gravatá: pioneiro no turismo rural de Pernambuco

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *