Centenário das Aparições: como visitar Fátima por conta própria desde Lisboa

por

Em 2017, celebra-se o Centenário das Aparições de Nossa Senhora de Fátima, com uma extensa programação, cujo ponto mais alto será neste sábado, dia 13 de maio, com a presença do Papa Francisco, na cidade de Fátima, em Portugal. A primeira vez que Maria apareceu aos pastorinhos foi em 13 de Maio de 1917, repetindo-se nos meses seguintes, tendo a última aparição acontecido no dia 13 de outubro desse mesmo ano, quando uma grande multidão assistiu ao “Milagre do sol”.

Acredito que, assim como eu tive, milhares de católicos pelo mundo gostariam de um dia ter o privilegio de conhecer a Capela e o Santuário construídos em honra de Nossa Senhora, no mesmo lugar das aparições. Assim, estando em Lisboa não deixe de se programar para ir até lá. Acredite: vale à pena! E a boa notícia é que dá para chegar a Fátima por conta própria.

Como chegar a Fátima por conta própria

Distante apenas 124 quilômetros de Lisboa, Fátima pode facilmente ser acessada de ônibus (a melhor opção) a partir do Terminal Rodoviário de Sete Rios (São Domingos de Benfica, 1500), que fica próximo ao Zoológico da capital.

Para chegar ao terminal basta tomar a linha azul do metrô e saltar na estação Jardim Zoológico. Sete Rios fica logo ao lado.

O ticket do metrô custa, atualmente, 1,45 euro, com mais 0,50 euro pelo Cartão Viva Viagem (recarregável), caso você não o possua. Mais informações sobre o Metrô de Lisboa e tarifas acesse aqui.

Já a passagem de ônibus (autocarro, como eles chamam em Portugal) para Fátima custa cerca de 11 euros. O trajeto é feito pela empresa Rede Expressos e dura em torna de 1h30. Portanto, dá para ir pela manhã cedo e retornar à tarde.

Existem ônibus praticamente a cada hora, tanto para ir como para voltar. Mas, por garantia, recomendo comprar logo os trechos de ida e de volta.

Caso queira consultar preços e adquirir as passagens antecipadamente acesse o site da Rede Expressos.

A viagem é bem tranquila. Os veículos são novos, limpos, com bancos confortáveis e possuem conexão wi-fi. E as estradas costumam estar em excelentes condições.

Chegando a Fátima, o Santuário fica a uns 700 metros da rodoviária. Há placas indicativas e é muito fácil de achar. Se preferir, é só seguir as pessoas. Sempre há um número considerável de visitantes.

Vale à pena ir à Fátima de trem? Eu não recomendo de forma alguma, pois a estação mais próxima fica na cidade de Leiria, há 30 minutos de Fátima.

Se você decidir ir de carro, Fátima está ao lado da autoestrada A1, a que liga Lisboa ao Porto. A saída é super bem-sinalizada.

O que ver e fazer no Santuário de Fátima

Uma vez no Santuário, você vai avistar, ao centro, o Monumento ao Sagrado Coração de Jesus, em frente à capelinha das aparições, que fica à sua esquerda. A imagem é de bronze, de autor desconhecido. Foi oferecida por um peregrino e benzida solenemente pelo Núncio Apostólico, Monsenhor Beda Cardinale, em 13 de Maio de 1932.

Como visitar Fátima por conta própria desde Lisboa

Monumento Sagrado Coração de Jesus Fotos: Anchieta Dantas Jr.

Na Capelinha das Aparições, está o pedestal onde se encontra a Imagem de Nossa Senhora. Ele marca o lugar exato onde estava a pequena azinheira, sobre a qual Maria apareceu aos pastorinhos em 13 de Maio, Junho, Julho, Setembro e Outubro de 1917.

No entanto, essa árvore desapareceu devido à devoção dos primeiros peregrinos que foram arrancando raminho a raminho, a fim de levar consigo como lembrança.

A coluna tem pouco mais de um metro de altura. A construção da Capelinha foi uma resposta ao pedido de Nossa Senhora: “quero que façam aqui uma capela em minha honra”.

Construída em 1919 (de 28 de Abril a 15 de Junho), a primeira Missa foi ali celebrada no dia 13 de Outubro de 1921. Porém, tendo sido dinamitada em seis de Março de 1922, a Capela foi reconstruída ainda nesse mesmo ano.

Em 1982 foi edificado um vasto alpendre, inaugurado quando da visita do Papa João Paulo II em 12 de Maio daquele ano. Em 1988, este foi forrado com madeira de pinho. A capelinha original, embora sujeita à ligeiras reparações ao longo dos anos, mantém seus traços.

Como visitar Fátima por conta própria desde Lisboa

Capelinha das Aparições

Ao lado da Capela, de frente para ela e à sua direita, está à “Azinheira Grande”. Esta árvore tem mais de cem anos e era a maior existente na Cova da Iria em 1917. Não foi sobre ela que Nossa Senhora apareceu, mas, por estar relacionada com as aparições, foi a única que ficou de todo o conjunto que havia.

Era sob a sua sombra que os três pastorinhos e os peregrinos abrigavam-se para a recitação do rosário, preparando-se para receber a visita de Nossa Senhora.

Depois, chega-se à Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima. Seu projeto foi concebido pelo arquiteto holandês Gerard Van Kriechen e continuado pelo arquiteto João Antunes.

Em 13 de Maio de 1928, foi benta a primeira pedra pelo arcebispo de Évora, D. Manuel da Conceição Santos. A consagração foi no dia sete de Outubro de 1953. O título de “Basílica” foi-lhe concedido por Pio XII, em Novembro de 1954.

O edifício, que tem cerca de 70 metros de comprimento e 37 de largura, foi construído com pedra da região e os altares são de mármore. A torre do sino, erguida ao centro do conjunto arquitetônico, mede 65 metros de altura e é arrematada por uma coroa de bronze de 7.000 quilos, com uma cruz iluminada logo acima que, de noite, se avista de longe.

Como visitar Fátima por conta própria desde Lisboa

Fachada da Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

O carrilhão é composto por 62 sinos. O maior pesa 3.000 quilos e o badalo 90. Observe que há ainda um relógio e anjos de mármore na fachada. Por sua vez, a estátua do Imaculado Coração de Maria no nicho da torre tem quase cinco metros e pesa 14 toneladas.

À entrada da Basílica, por cima da porta principal, encontra-se um mosaico que representa a Santíssima Trindade e a coroação de Nossa Senhora. Foi executado nas oficinas do Vaticano e ali benzido pelo então Secretário de Estado, Cardeal Eugénio Paccelli, futuro Papa Pio XII, o “Papa de Fátima”, como ficou conhecido.

Como visitar Fátima por conta própria desde Lisboa

Imagem de Nossa Senhora de Fátima

No seu interior, no alto por cima da porta principal e de frente para o altar, encontra-se um belíssimo órgão que, segundo eu soube, tem 152 registros e aproximadamente 12 mil tubos, de chumbo, estanho e madeira, sendo o maior com 11 metros e o menor com nove milímetros.

Como visitar Fátima por conta própria desde Lisboa

Altar da Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

Por fim, no lado oposto à Basílica do Rosário, atravessando toda a grande praça, você vai avistar o mais recente espaço de oração do Santuário de Fátima, inaugurado em 12 de outubro de 2007, nas comemorações dos 90 anos das Aparições. Trata-se da Basílica da Santíssima Trindade.

No entanto, a intenção de construir uma nova igreja no Santuário de Fátima remonta de 1973, visto que a Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima não tinha já capacidade para acolher todos os peregrinos.

O projeto é do arquiteto grego Alexandros Tombazis. O moderno edifício, na cor branca, tem forma circular com 125 metros de diâmetro, suportada apenas por duas vigas de 182,5 metros, com um vão livre de 80 metros e uma altura máxima de 21,15 metros. A altura do prédio é de 18 metros. Ao todo, tem 8.633 lugares.

Como visitar Fátima por conta própria desde Lisboa

Basílica da Santíssima Trindade

O interior é divisível em dois setores, através de uma parede móvel de 2 metros de altura. O presbitério tem capacidade para cerca de 100 celebrantes.

O altar, o púlpito, as cadeiras dos celebrantes e o pavimento do presbitério são de pedra calcária branca do mar. O restante pavimento é de pedra ataíja creme, no interior da igreja, e de ataíja azul, nos outros espaços.

Como visitar Fátima por conta própria desde Lisboa

O interior da Basílica da Santíssima Trindade

Como assistir uma missa no Santuário de Fátima

Se você estiver interessado em assistir a uma missa, recomendo acessar a página oficial do Santuário de Fátima na internet. Lá pode encontrar os horários atualizados, línguas em que as missas são rezadas (normalmente a em português é às 11h da manhã) e assim programar a sua visita contemplando essa possibilidade.

Compras em Fátima

Como todo centro de peregrinação, em Fátima, existe um forte comércio sustentado pela fé. Imagens, terços, azulejos pintados à mão e muitos outros artigos alusivos a Nossa Senhora podem ser encontrados por toda a cidade.

Se preferir, dentro do Santuário há uma lojinha. Saindo da Capelinha das Aparições e passando a “Azinheira Grande”, é só dobrar à sua esquerda, passar pela edificação e você vai encontrá-la.

Mas fica a dica, vale pesquisar e pechinchar! No entanto, deixe para fazer as compras depois da visita. Afinal, é muito desagradável caminhar envolto a sacolas.

 

Gostou das dicas? Então compartilhe esse post nas redes sociais para que seus amigos também fiquem sabendo. Os botões de compartilhamento estão no início e no fim do texto.

E para acompanhar tudo que acontece no Blog Andarilho siga a gente no Facebook, no Instagram e no Twitter e também não deixe de se cadastrar para receber a nossa Newsletter.

 

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *