Como vencer a barreira da língua em viagens ao exterior

por

O resultado de uma pesquisa recentemente realizada pela plataforma de reserva de hostels Hostelworld chamou a minha atenção: não ser capaz de falar línguas estrangeiras impede mais de 33 milhões de brasileiros, ou cerca de 16% da população, de viajar ao Exterior.

De acordo com o levantamento, cerca de um em cada sete brasileiros, ou 14%, diz que se perdeu enquanto viajava porque não sabia falar a língua; 12% afirmou que não conseguia pedir a comida que queria devido ao idioma, e 7% entrou no trem, avião ou outro meio de transporte errado devido a mesma dificuldade.

De fato, a capacidade de falar outros idiomas pode fazer uma grande diferença, ajudando o viajante a mergulhar totalmente na cultura do país visitado, o que não poderia ser feito de outra forma, hei de concordar.

No entanto, na maioria das vezes, o que se quer mesmo é saber como achar um endereço, pedir um prato em um restaurante ou perguntar o preço de algo que queremos comprar, sem precisar engatar uma conversa mais longa.

Nesses casos, dominar uma língua estrangeira, nos dias de hoje, não é mais essencial quando viajamos ao exterior.

Sabe por quê? Assim como em muitos outros campos da vida contemporânea, a tecnologia está a aí para nos ajudar a transpor barreiras, inclusive a de poder se comunicar com um estrangeiro sem que sequer conheçamos uma palavra do seu idioma.

Isso parece louco, mas, caso você não saiba, é possível e está à disposição de qualquer pessoa. E o melhor: de graça!

A solução

A solução está nos aplicativos (apps) para smartphones (quem não tem um hoje em dia?), que funcionam como tradutores instantâneos, quebrando um galho danado na hora de tentar se comunicar em uma viagem.

E não pense que esses tradutores operam apenas com a gente digitando uma palavra ou uma frase. Eles vão além! Permitem que o usuário fale em sua língua e receba a tradução por voz ou por texto, traduza placas, cardápios, cartazes, ou seja, são uma mão na roda!

Muitos deles funcionam, inclusive, offline, o que significa dizer que você não passa aperto se não tiver acesso à internet. Maravilha, hein?

Eu mesmo já usei um desses aplicativos tradutores em uma viagem à Rússia, onde praticamente não há indicações em inglês e não encontramos com facilidade quem fale ao menos o básico desse idioma.

Mas vamos deixar de papo e ir direto ao ponto: conheça, a seguir, dois apps por mim testados e aprovados que podem transformar seu smartphone em um tradutor universal, ajudando a vencer a barreira da língua em viagens ao exterior.

Claro que existem muitos outros, mas como só gosto de falar sobre o que posso dar uma opinião abalizada, me restringi a esses dois, que já me atenderam muito bem.

Mas não se acanhe de dar outras sugestões no espaço para comentários no final do post.

Google Tradutor

Talvez entre todos os apps essa seja a ferramenta mais conhecida do público. Disponível também na web, ele pode ser baixado gratuitamente para smartphones com sistemas iOS (iPhone) e Android.

Com ele, você pode viajar tranquilo e se virar somente com o seu celular, sem precisar sequer de conexão com a internet. Ao todo já são 103 línguas disponíveis.

Como usar offline

É necessário baixar  o pacote do idioma desejado, que possui 2MB cada. Ele não ocupa muito espaço, mas vale se organizar para fazer o download antes de viajar. Assim você ficará tranquilo.

O processo é simples: abra o app e toque na seta ao lado do segundo idioma. Irão aparecer inúmeras opções de línguas e algumas terão uma seta ao lado.

Essa seta indica que há o pacote para uso offline. É só tocar nela e aguardar o download para usar depois mesmo sem internet.

Imagem: Googleblog

Conversa traduzida na hora

Escolha os idiomas, toque no ícone do microfone e comece a conversa. O app vai ouvir em ambas línguas, traduzir na tela o que o outro falou e converter o que você falou para o idioma de quem você estará conversando em fala.

Fonte: Googleblog

 

Tradução instantânea

Outra facilidade é poder traduzir imagens na hora, a exemplo de placas, letreiros, panfletos e até menus de restaurantes.

É só abrir o Google Tradutor, escolher o idioma do que você deseja traduzir e o que deseja ler, clicar no ícone da câmera do app e mirar, centralizando o texto que vai ser traduzido.

Fonte: Googleblog

Veja  a seguir um vídeo que fiz explicando como usar o Google Tradutor em Viagens!

Speak the World (Fale o mundo)

Com o objetivo de ajudar os viajantes a superar as barreiras linguísticas, o Hostelworld desenvolveu o recurso “Speak the World” em seu aplicativo (baixe gratuitamente para Android e iOS), que usa a tecnologia de tradução do Google Cloud para traduzir instantaneamente até 43 idiomas.

Tradutor online permite falar 43 línguas

Ferramenta Speak The World Foto: Anchieta Dantas Jr./Blog Andarilho

Ele é muito fácil de usar. Com no máximo dois ou três cliques você traduz instantaneamente do português para línguas estrangeiras bem distantes das que estamos acostumados a escutar, como africâner, coreano, eslovaco, hebraico, hindi, tailandês e por aí vai.

Basta falar para o microfone do seu smartphone e aguardar que as palavras sejam traduzidas. A funcionalidade “ouve” a resposta e traduz de volta para o usuário, e assim sucessivamente.

O único inconveniente é que a aplicação não funciona offline. Então, você precisará estar com uma boa conexão de dados, seja de uma operadora ou via wi-fi.

Saiba detalhadamente como o “Speak the World” funciona no post Tradutor online permite falar 43 idiomas, o qual eu fiz avaliando a ferramenta.

Não tenha medo

No mais, não tenha medo de se arriscar a falar, fazer gestos e tentar se comunicar com as pessoas. Pode ter certeza de que você não é a única pessoa no mundo viajando desse jeito. É muito comum ver outros viajantes fazendo o mesmo.

Saiba ainda que em países que recebem muitos estrangeiros, seus habitantes já estão acostumados a dar informações por meio de mímica, por exemplo.

Ao mesmo tempo, há também mapas gratuitos dando sopa em qualquer esquina, pegue um deles, aponte o dedo para onde quer ir e alguém irá lhe apontar a direção.

O mesmo vale para fotos de lugares que deseja ir, comidas que quer pedir e por aí vai.

No mais, capte a informação que precisa, depois agradeça nem que seja com uma expressão facial. As pessoas gostam de serem úteis a quem se mostra humilde.

Muito bacana, né? Então, porque esperar acabar aquele curso de inglês que você há tempos tenta terminar para começar a explorar o mundo? Fica a dica!

Conhece outros apps que ajudam os viajantes a se comunicar em um língua estrangeira? Deixe sua contribuição no espaço de comentários. A gente agradece.

Planeje sua viagem com a gente

Fazendo suas reservas aqui pelos banners e links do blog você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda a manter a nossa página.

Nossos parceiros foram escolhidos a dedo para lhe oferecer o melhor custo/benefício em suas viagens.

Procurando passagens aéreas baratas? Utilize o comparador de preços Voopter acessando aqui e encontre uma tarifa que se encaixe no seu bolso.

Reserve seu hotel ou hostel pelo Booking clicando aqui ou ainda hostels via o Hostel Club acessando aqui e tenha uma estada com o melhor preço. Há várias opções com cancelamento grátis!

Seguro viagem com desconto? Nosso parceiro Promoseguros oferece mais de 10 seguradoras com planos e preços imbatíveis para você viajar protegido. Faça a cotação e garanta já seu desconto. Utilize o cupom “BLOGANDARILHO5″. Ele lhe dá direito a 5% de abatimento na compra do seguro de viagem. Não viaje sem seguro. Evite perrengues.

E se você já quiser chegar no seu destino conectado sem pagar uma fortuna de roaming, aposte no EASYSIM4U, chip com internet ilimitada em mais de 140 países. Compre aqui.

 

Esse post foi útil para você? Então não deixe de compartilhar com seus amigos nas redes sociais. Os botões de compartilhamento estão no início e no fim do texto.

E para acompanhar tudo que acontece no Blog Andarilho siga a gente no Facebook, no Instagram e no Twitter e também não deixe de se cadastrar para receber a nossa Newsletter.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *