Mapa reúne senhas de wi-fi em aeroportos pelo mundo

por

Em tempos em que os smartphones se tornaram nossos grandes companheiros de viagem, estar conectado é fundamental. Quando temos que enfrentar uma longa espera por um voo então, não há nada melhor para ajudar a passar as horas. Ainda mais depois que percorremos todas as lojas do aeroporto, tomamos um cafezinho, comemos alguma coisa e nada de chamarem para o embarque. Aí, quando já não há mais nada o que fazer, o jeito é apelar para a internet.

E, em uma situação como essa, são as conexões wi-fi em aeroportos que nos salvam. Principalmente se, naquele momento, não se tem acesso a uma rede móvel. E você há de convir: nem sempre é fácil obter conexão. Geralmente, é preciso se cadastrar, possuir uma senha específica ou até um número de telefone local.

É por isso que o blogueiro de viagens turco e também engenheiro de segurança da computação, Anil Polat, resolveu centralizar centenas de senhas das redes wi-fi de aeroportos pelo mundo em um mapa que ajuda os viajantes a se conectarem. Ou seja, bem mais fácil do que sair perguntando ou procurando a habitual plaquinha.

A ideia me pareceu muito bacana. Até porque, com a colaboração de amigos e leitores de seu blog, o FoxnoMad – Travel Smarter, o material é constantemente atualizado e tem ficado cada vez mais completo. Até agora, ele já conta com mais de 215 senhas.

Reprodução tela da ferramenta do Google Maps

Reprodução tela da ferramenta do Google Maps

Como funciona

Como você pode ver na imagem acima, o mapa está coberto de aviõezinhos azuis. Cada um deles representa um aeroporto diferente. Ao clicar no avião desejado, o internauta recebe informações de onde está a melhor conexão de internet sem fio naquele terminal, com a respectiva senha – quando uma for exigida.

No Brasil, apenas três aeroportos estão listados até agora: Guarulhos (São Paulo-SP), Galeão/Tom Jobim (Rio de Janeiro-RJ) e Val-de-Cans/Júlio Cezar (Belém-PA). Em Guarulhos, por exemplo, a sugestão do blogueiro é ir ao lounge da American Airlines e uma vez nas proximidades, caso você não tenha acesso, utilizar a senha que ele disponibiliza no mapa.

O sucesso do seu projeto é tanto que a ferramenta já até virou aplicativo para smartphone e tablets. Batizado de WiFox, o aplicativo está disponível em versões pagas para iOS (iPhone) e Android por aproximadamente R$ 6,50, mas também está disponível gratuitamente nesta página da web.

E como o mapa foi criado no Google Maps, é possível acessá-lo off-line, desde que já esteja aberto no aplicativo ou navegador.

Funciona? Infelizmente, eu ainda não tive a chance de testar para comprovar. Apenas acessei o mapa pela web e verifiquei os aeroportos listados e as informações disponíveis.

Testar os acessos de fato, isto vai ficar para a minha próxima viagem. Daí, depois eu conto por aqui. Porém, se você já conhece o mapa e chegou a experimentá-lo, conta aí nos comentários a sua avaliação!

E se você gostou dessa dica, que tal compartilhar esse post em suas redes sociais? Já para acompanhar tudo que acontece no blog siga a gente no Facebook, no Instagram e no Twitter e também não deixe de se cadastrar para receber a nossa Newsletter.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *