Como economizar dinheiro para viajar

por

Viajar sempre alimentou o sonho de muita gente. Desde os que desbravavam o mundo na conquista de outras terras àqueles que simplesmente desejavam ampliar os horizontes, conhecer lugares e pessoas interessantes, enfim, vivenciar o novo. O fato é que fazer uma viagem todo mundo quer. Agora, ter recursos suficientes para isso é outra história, ainda mais se o orçamento anda apertado. Aí vem pergunta: como economizar dinheiro para viajar?

Simples e fácil não é. Mas, com foco e força de vontade para realizar este sonho é possível, sim, guardar uma boa grana e proporcionar, com tranquilidade e segurança, esse lazer para você e para quem mais desejar.

Entretanto, não adianta sair por aí dizendo que vai começar a juntar o dinheiro que precisa para pagar a tão sonhada viagem, se você simplesmente não tem a noção de quanto ela vai custar e muito menos de onde tirar essa quantia.

Mas posso lhe fazer uma proposta? Você quer realmente viajar? Eu escutei um “sim”? Então, que tal sair do que costumo chamar de campo das possibilidades (eu gostaria, eu queria, e se isso ou aquilo…) e agir para concretizar seu sonho?

Calcule o valor viagem

Para começar, você precisa identificar a quantia que necessita para fazer essa viagem. Qual o valor do seu sonho, por assim dizer. Ninguém chega a lugar algum sem saber para onde vai.

Dessa forma, orce o valor das passagens de ida e de volta; verifique se vai precisar se deslocar entre cidades ou países e quanto isso vai custar e calcule também quanto deverá desembolsar de hospedagem.

Tratando-se de um pacote de viagens esses cálculos não serão necessários, pois alguém já fez isso por você. Então vamos para o próximo passo.

Você deverá adicionar a essa conta o quanto deverá gastar para se alimentar, visitar as atrações turísticas que deseja, compras etc. Se a sua opção for por um pacote de viagens, procure saber se já não há refeições e passeios incluídos.

Some tudo e calcule uma margem para imprevistos. Acredito que em torno de 20% sobre o valor total esteja de bom tamanho.

Por fim, divida a quantia pelo número de meses até a data que pretende fazer a viagem e descubra quanto precisará economizar todos os meses para ter o dinheiro que precisa.

Como andam as suas finanças?

Uma vez identificado o valor necessário, é hora de descobrir como andam as suas finanças; ou, como prefiro dizer, conhecer o seu “eu financeiro”. Aliás, isso vale para tudo na vida.

Mas por que isso é tão importante? Porque você precisa saber em que situação se encontra: deficitário, gastando mais do que ganha; equilibrado, desembolsando exatamente o que recebe; ou superavitário, o que seria o ideal, pois as despesas não excedem à sua renda e já é possível começar a planejar a sua viagem.

Como chegar a esse diagnóstico? Anotando diariamente todas os gastos, mesmo os menores que sejam (o período de um mês é suficiente para quem tem salário fixo e de uns três meses para quem possui renda variável), passando-as posteriormente para uma planilha.

Só assim será possível identificar se sobra algum dinheiro no fim do mês. Ao mesmo tempo, isso vai permitir realizar uma análise mensal dos seus desembolsos, vendo onde eles são excessivos ou desnecessários (isso vale mesmo para quem é superavitário, afinal quem não gostaria de mais dinheiro sobrando?) e o que pode ser feito para economizar.

Elimine os excessos para ter o dinheiro que precisa

Acredite, são vários os exemplos para economizar e começar a guardar dinheiro. Vão desde a eliminação de desperdícios, que resultam em contas elevadas de água e energia; passando por anuidades de cartões de crédito que você não usa; assinaturas de jornais, revistas e TV a cabo que você não tem tempo de usufruir; planos de telefonia que excedem o que você necessita e para os quais paga o que não utiliza; tarifas bancárias caras, por contemplar serviços que você sequer sabe do que se tratam; desembolsos excessivos com idas frequentes a bares e restaurantes, compras desnecessárias de roupas e por aí vai.

Veja o que um simples cafezinho pode fazer no seu orçamento no fim do mês: se você tomar um todos os dias ao custo de R$ 4 (valor médio de um café expresso, a depender da região), são R$ 120 reais a cada 30 dias e R$ 1.440 ao ano!

Já se você costuma lanchar diariamente no intervalo do trabalho e desembolsa para isso R$ 8, durante o mês, considerando que este possui 22 dias úteis e que você trabalha somente nesse período, são R$ 1.176. No ano, a soma chega a R$ 2.212. Isto pode significar uma passagem de ida e volta para os Estados Unidos, dependendo da época. O que me diz?

Mas que fique claro: eu não estou querendo dizer que se deva deixar de viver, como alguns podem estar pensando – inclusive você. Confessa, vai! (Risos).

Muito pelo contrário. Na verdade, esses conselhos são para que diminua o excesso, o supérfluo, possibilitando alguns reais a mais no bolso a fim de concretizar o que tanto quer.

Mude de atitude

Outra recomendação importante para o seu dia a dia é pesquisar o preço de tudo que pretende comprar, pois é mais uma chance de fazer com que reste algum dinheiro no fim do mês para atingir o seu objetivo.

E não adianta se enganar! É preciso ter o controle de tudo que você gasta para saber onde é possível gerar essa folga.

E se a vontade de viajar envolve toda a família, será necessário expor a sua situação para que todos se coloquem diante das possibilidades.

O que posso afirmar é que será necessária uma mudança de atitude nessa direção. Se você vai conseguir? Tudo vai depender do tamanho do seu sonho e em quanto você está empenhado em realizá-lo.

Gostou das dicas? Compartilhe esse post com seus amigos para que eles também fiquem por dentro.

Também não deixe de se cadastrar nas nossa Newsletter para não perder nada que se passa aqui no blog.

Ah, e se achar que não consegue por em prática sozinho tudo o que eu falei, eu posso lhe ajudar. Conheça o nosso serviço de consultoria para viajar.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *