Itália à mesa: Terra Mia promete sabores tradicionais, em Fortaleza

por

Apesar da variedade de restaurantes, Fortaleza ainda não é por assim dizer um caldeirão de culturas em termos gastronômicos, assim como acontece em outras capitais brasileiras. A quantidade de casas especializadas em cozinhas de outros países se concentra quase que em sua maioria nas culinárias italiana, japonesa, portuguesa e espanhola. Alguns desses estabelecimentos, inclusive, conseguem fazer com que viajemos para o país em questão por uma série de fatores além da comida: decoração, música, atendimento entre outros.

E foi aproveitando o período do Restaurante Week na cidade, que tive a chance de conhecer mais um pedacinho da Itália na capital do Ceará.

A convite do restaurante Terra Mia, fui experimentar o menu disponibilizado para o festival gastronômico em questão e acabei por fazer mais essa descoberta.

Restaurante Terra Mia Fortaleza Ceará

Interior do Terra Mia Fotos: Anchieta Dantas Jr.

Entre uma folguinha e outra em meio a seus afazeres na cozinha, eu tive o prazer de bater um papo como chef Alessandro Morabito e ainda com o maitre Germano D’Alonzo, ambos italianos, que me contaram porquê a casa tem tudo para levar o visitante a conhecer um pouco mais da Itália e a enxergar, no que se refere a comida, o País em forma de bota além da pizza.

Para início de conversa, eles reforçaram que diferentemente de outros restaurantes italianos em Fortaleza, no Terra Mia, os pratos são elaborados e pensados por italianos, que trabalham no ramo desde a sua terra natal, e desejavam trazer um pedaço dessa Itália gastronômica para o Ceará.

Portanto, não é de estranhar o nome da casa: “Terra Mia”, que quer dizer “Minha Terra” em tradução livre do italiano para o português.

O nome tem tudo a ver, pois além do proprietário, Alfonso Amuro, do chef e do maitre – já citados -, o pizzaiolo e o gerente administrativo também são italianos. Então, a denominação é mais do que pertinente, concorda?

E essa ligação da casa com a Itália é simples e direta: respeito à tradição. Segundo Alessandro, apesar do uso de alguns insumos produzidos localmente, a tentativa de deixar os pratos o mais próximo possível do que se comeria em uma cantina na Itália é uma busca constante. “O segredo é ser autêntico”, dispara.

O azeite, os vinhos (apesar de a carta conter de rótulos de outras nacionalidades), as massas secas (espagueti, linguine, rigatoni etc), a farinha de trigo para preparar as massas frescas e as pizzas e o molho de tomate vêm da Itália.

Restaurante Terra Mia Fortaleza Ceará

Os produtos importados pelo restaurante ficam expostos para os clientes

No entanto, as carnes, os peixes, as verduras e legumes são adquiridos no Ceará. E não faz sentido mesmo virem de fora, até porque isso garante que estes insumos estejam sempre frescos.

Outro detalhe interessante diz respeito ás sobremesas: estas não são fixas no cardápio, como o são as entradas e pratos principais.

De acordo com Alessandro, são oito tipos diferentes de doces que variam constantemente por terem como ingredientes itens da estação, a exemplo das frutas utilizadas no preparo.

“O que pode acontecer é que você vem hoje, come uma sobremesa que amanhá pode não estar disponível. Tem sempre algo diferente”, explica.

Os vinhos

Já para acompanhar todas as delícias do cardápio, a carta de vinhos conta com 60 rótulos de diversas nacionalidades, não só italianos, e vários tipos de prosecco, vinho efervescente produzido na região italiana de Vêneto.

Mas se você quiser manter-se fiel à tradição e comer e beber tudo genuinamente italiano, vale apostar nos vinhos dessa nacionalidade, é claro.

E, nesse sentido, no Terra Mia, a gente pode encontrar vinhos de cinco renomadas regiões produtoras da Itália: Piemonte, Toscana, Abruzzo, Puglia e Sicilia. Dá para resistir? Não, né?

O menu

Mas vamos ao que interessa, pois você deve estar se perguntando o que eu comi para atestar a qualidade do restaurante. Então vamos lá!

No Terra Mia, o menu do Restaurante Week para o jantar tem como opções de entrada, Carpaccio de Peixe com Molho Cítrico, pimenta rosa, rúcula e julienne de maçã verde e Tortino Parmigiana (berinjela gratinada, recheada com presunto, mozzarella, molho de tomate caseiro sobre creme de queijo).

Já como prato principal, o cliente pode escolher entre Agnolotti Caprese (massa fresca recheada de ricota, sobre cama de mozzarella de búfala, com molho pesto, tomate cereja confit e crocante de presunto de parma) e Mezze Lune di Gamberi (massa fresca em forma de meia-lua, recheada de camarão ao molho caseiro com pimentão colorido e tomate cereja).

Para adoçar o paladar, as sobremesas são Delícia de Panna Cotta sobre Ganache de chocolate branco, coulis de morango e crocante de brownie ou Ravioli de Chocolate recheado de ricota de laranja com creme de mascarpone e crocante de castanha.

Vale lembrar que o menu completo, de acordo com as regras do Restaurante Week Fortaleza, custa R$ 54,90.

As minhas escolhas foram: Tortino Parmigiana, de entrada; Mezze Lune di Gamberi, como prato principal; e Ravioli de Chocolate, de sobremesa.

Pelas fotos, dá para ver como tudo veio lindamente apresentado e saboroso!

Restaurante Terra Mia Fortaleza Ceará

Tortino Parmigiana

Restaurante Terra Mia Fortaleza Ceará

Mezze Lune di Gamberi

Restaurante Terra Mia Fortaleza Ceará

Ravioli de Chocolate

Para acompanhar, me foi servido um vinho branco proveniente da Sicília, um Alcesti L’Isola dei Profumi, da uva Catarratto-Grecanico, bem refrescante, com notas de frutas cítricas.

Porém, acabei comendo além do cardápio do Restaurante Week. Em meio ao papo sobre a Itália gastronômica, falei sobre receitas a base de polvo e o chef Alessandro tratou logo de trazer uma amostra do que o Terra Mia oferece. E quer saber de uma coisa: foi o melhor polvo que já comi aqui no Brasil até agora!

A consistência da carne estava bem macia e a receita maravilhosa e criativa, preparado na grelha e servido sobre um molho de burrata e redução de vinagre balsâmico.

Para quem não sabe, a burrata é um tipo de queijo considerado um meio termo entre a mussarela de búfala e a manteiga – seu nome, inclusive, é derivado da palavra burro, que significa manteiga em italiano. Ele é oriundo da região da Puglia.

Olha só o registro que eu fiz do prato:

Restaurante Terra Mia Fortaleza Ceará

Polvo Grelhado

Se você ficou com água na boca, pode ficar tranquilo, pois segundo apurei todos os pratos que comi fazem parte do cardápio regular da casa, então vai dar para provar mesmo depois do Restaurante Week, que segue, em Fortaleza, até 19 de novembro próximo.

Limoncello made in Ceará

Quem conhece a gastronomia italiana sabe como o limoncello, licor de limão produzido originalmente no sul da Itália – especialmente em Nápoles, Costa Amalfitana e nas ilhas de Ischia e Capri, Sicília e Sardenha -, é apreciado pelos italianos.

Eu pelo menos sou fã. E, claro que depois do jantar pedi um cálice. Veio bem gelado como deve ser e estava delicioso como de costume.

Porém, não acreditei, depois de elogiar a bebida, que aquele limoncello que eu estava tomando não era italiano e sim produzido artesanalmente aqui no Ceará (seguindo as tradições da Itália, é claro), em Canoa Quebrada.

Assim, fica a dica para quem for conhecer o Terra Mia: peça o limoncello Made in Ceará!

Restaurante Terra Mia Fortaleza Ceará

Limoncello italiano produzido artesanalmente no Ceará para o Terra Mia

O Terra Mia fica localizado à Rua Barão de Aracati, Nº 150, Meireles, a uma quadra da praia, portanto bem perto da região dos hoteis, facilitando a sua vida se você for turista e estiver visitando Fortaleza.

A casa funciona diariamente, das 18h30 à meia-noite. O telefone é (85) 3036-3356. O custo médio por pessoa de uma refeição incluindo entrada, prato principal, sobremesa e uma taça de vinho vai de R$ 100 a R$ 120.

 

Gostou desse post? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais para que eles também conheçam mais esse restaurante italiano em Fortaleza. os botões de compartilhamento estão no início e no fim do texto.

E para acompanhar tudo que acontece no Blog Andarilho siga a gente no Facebook, no Instagram e no Twitter e também não deixe de se cadastrar para receber a nossa Newsletter.

 

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *