Le Sorelle: descoberta gastronômica em Fortaleza

por

Qualquer momento é bom para comer uma boa massa – e outras iguarias italianas deliciosas. Concorda? Eu simplesmente adoro! Principalmente no jantar. E Fortaleza, onde vivo, felizmente, não deixa a desejar quando o assunto são massas bem ao estilo do país em forma de bota.

Se a gente parar para observar, o que não falta na capital cearense são estabelecimentos que vão bem além da popular e tradicional pizza, e oferecem delícias como espaguete, nhoque, lasanha e outras mais, além de uma infinidade de molhos e recheios na composição dos pratos.

Um desses locais, eu tive o prazer de descobrir recentemente, atendendo ao convite de uma amiga, em nome dos proprietários, para conhecer o Le Sorelle (As Irmãs, traduzido do italiano), inaugurado há cerca de três meses.

Em um dos shoppings mais antigos da cidade, o Center Um (Avenida Santos Dumont, 3130) – embora bem localizado, mas que não tem uma praça de alimentação, por assim dizer, atrativa -, não dá para imaginar que ali, no segundo piso, a gente vá encontrar essa pequena joia gastronômica.

Para começar, a simpatia e gentileza do proprietário da casa, o italiano natural de Milão, Antônio Lacapra, de sua esposa, a brasileira Libânia, e da irmã desta, Núcia Melo, já conquistam de cara a clientela.

Quem conhece famílias italianas (embora esta não seja uma de um todo natural de lá), sabe como elas são festivas e gostam de receber bem, fazendo a gente se sentir em casa. No Le Sorelle não é diferente!

O ambiente é do jeito que eu gosto: pequeno e aconchegante. Poucas mesas. Sem aquele burburinho que se vê em grandes restaurantes.

Além disso, remete bem ao que se vê nas cantinas encontradas na Itália. A decoração, simples (mas não simplória) com mesas cobertas por toalhas quadriculadas de vermelho e branco, sem faltar, é claro, pitadas de verde, não nos deixa esquecer de que estamos em uma casa tipicamente italiana.

Le Sorelle comida italiana em Fortaleza

O ambiente simpático e aconchegante do Le Sorelle

No cardápio, apenas sete pratos, servidos para uma pessoa, com preços que variam de R$ 17, cobrados pelo Fuzilli (macarrão em parafuso) ao molho Pesto, a R$ 20,99, que é quanto custa o Linguine ai Gamberi, ou Linguine ao camarão, em bom português.

Linguine, para quem não sabe (e eu me incluía nesse rol até pesquisar) são tiras de massa finas, achatadas e com um comprimento semelhante ao espaguete. O seu nome significa “pequenas línguas” em italiano.

Também não posso deixar de destacar as bruschettas servidas de entrada – com tomates fresquíssimos e o pão torrado na medida certa -, assim como a sensacional Melanzane alla Parmigiana, ou Beringela a Parmegiana (R$ 18, para uma pessoa, e R$ 28, para duas).

Como o convite era para conhecer o que o Le Sorelle tem a proporcionar, foi preparado um menu degustação, ou seja, um menu com porções de alguns pratos do cardápio. E assim, nessa ordem, depois das bruschettas, vieram uma salada deliciosa, seguida da dita beringela, Espaguete a Carbonara, Espaguete ao Pomodoro (ao tomate) e Linguine ao Camarão.

Veja a galeria de fotos que eu fiz dos pratos que experimentei:

 

Quer minha opinião sincera e de quem também já comeu estas delicias em seu país de origem? Tudo simplesmente caprichado, bem-servido, de aromas e sabores deliciosos!

E não tinha como não ser! Como bem fazem questão de frisar os proprietários do Le Sorelle, a proposta é tirar proveito ao máximo do sabor dos alimentos, priorizando ingredientes originais e de qualidade, com receitas 100% italianas.

Para acompanhar, a casa serve vinho em taça por apenas R$ 6,90. Mas também há bebidas não alcoólicas para quem não bebe.

Além das massas, o restaurante traz  a possibilidade de o cliente montar sua própria salada, com oito opções de ingredientes e três tipos de molhos – italiano, mostarda e mel e o le sorelle.

De sobremesa, comi uma tortinha de limão deliciosa (R$ 5), finalizando com uma grappa, aguardente apreciada pelos italianos, feita do bagaço da uva, servida como digestivo; e depois, é claro, um bom café espresso.

Le Sorelle abre para almoço e jantar (até as 21h) de segunda a sábado e somente para almoço aos domingos (até às 15h).

Então fica essa dica gastronômica pra você que mora em Fortaleza, está de passagem, ou vem visitar a capital do Ceará!

Gostou da nossa indicação? Então compartilhe esse post nas redes sociais para que mais pessoas também fiquem sabendo. Os botões de compartilhamento estão no início e no fim do texto.

E para acompanhar tudo que acontece no Blog Andarilho siga a gente no Facebook, no Instagram e no Twitter e também não deixe de se cadastrar para receber a nossa Newsletter.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *